terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Festa de Confraternização do Projeto Roda Alamoju - 2009

O Ilê Axé Oxalá Talabi realizou neste último dia 20 o encerramento das atividades referente ao ano 2009 do Projeto Roda Alamoju, o Terreiro finalizou o Projeto com uma grande festa de confraternização para as crianças que participaram das atividades no decorrer do ano de 2009. O encerramento foi uma grande confraternização entre as crianças, os pais e os filhos do Terreiro. Na ocasião as crianças receberam das mãos de Mãe Dada o certificado de participação no Projeto, os pais receberam os materiais desenvolvidos pelos filhos nas atividades e os filhos do Terreiro que participaram do projeto receberam um certificado de agradecimento. A festa ainda contou com a realização de roda de leituras, com a expossição do Painel de Pintura Alamoju (painel de pinturas criadas pelas crianças nas atividades), com exibição de filmes, com atividades de brincadeiras, com destribuição de presentes e com destribuição de cestas básicas. Também foram expostos sobre a mesa de leitura os livros do professor, escritor, contador de histórias e ex-voluntário das Nações Unidas na Guiné-Bissau, Rogério Andrade Barbosa, que em sua trajetória já publicou mais de 70 livros infantis e juvenis, e já recebeu inúmeros prêmios reconhecendo a importância do seu trabalho e de sua obra. O escritor colaborou com o projeto doando livros de contos Afro-brasileiros para o Terreiro.

O Terreiro no mesmo dia recebeu também a visita de dois estudantes da Lawrence University dos EUA, o brasileiro que estuda Ciências Políticas Gustavo Guimarães e o americano Jacob Cogger, formado em Estudos Internacionais, os estudantes realizaram um intercâmbio cultural com o Terreiro conhecendo o Projeto de perto e participando das atividades realizadas na festa de Encerramento. Segundo Gustavo a importância da realização deste Projeto para comunidade está visivelmente nas pessoas: "Eu me sentir muito à vontade e o Jacob também, fomos bem recebidos por todos, fiquei muito feliz em saber que existe este trabalho aqui em Paulista e deu para notar nas pessoas a importância dele para este bairro, poder fazer este intercâmbio com o Terreiro foi uma experiência e tanto, gostei muito..."

Mãe Dada aproveitou a ocasião para apresentar materiais e falar sobre a importância da utilização do Terreiro como espaço de acesso à educação e à cultura, segundo ela muitas crianças e seus pais mudaram o conceito que tinham do Terreiro. A comunidade que tem o Terreiro como referência cultural, hoje participa ativamente dos movimentos e das atividades que Mãe Dada realiza. O projeto que foi desenvolvido com o intuito de fomentar a cultura da criança, de acessibilizar o livro, a leitura e resgatar as brincadeiras lúdicas, teve um resultado muito maior na comunidade, para Mãe Dada estes resultados são muito mais que possitivo:
"Hoje podemos perceber o respeito das pessoas, no projeto agente também aprende com eles que devemos combater o mal pela raíz utilizando a educação e a cultura, estamos mudando muita coisa com este trabalho e o principal é que estamos passando os conhecimentos adiante para os mais novos. Neste ano de 2009 o projeto recebeu mais de 25 crianças e muitos pais já perguntam quando vai começar as atividades do ano que vem. Se agente fosse receber todos que vem se escrever já tínhamos mais de cem crianças aqui dentro, o problema é que ainda não contamos com apoio para aumentar o número de crianças no Projeto, mas ano que vem vamos continuar..." Relata Mãe Dada.
Para Aguinaldo Júnior, filho biológico de Mãe Dada, o Projeto tem uma visão muito mais ampla do que pode parecer e trabalha com temas variados que vai além da educação:
"A leitura e a brincadeira são utilizadas como ferramentas para tratar de problemas reais que a comunidade vive, que é a falta de acesso a cultura, a frágil educação recebida na escola, a impossibilidade de acesso a saúde, entre outras dificuldades. Na verdade para a comunidade o Ilê é um ponto de promoção de vários segmentos socios-culturais importante para a sociedade, como o educacional, o de saúde e o de lazer, porque trabalhamos com questões muito importante como a alimentação por exemplo, o terreiro tá cercado por uma comunidade carente, as crianças recebem complemento alimentar e sua família também, quer dizer isso acaba sendo uma forma de cuidar da saúde delas."







A Festa fortaleceu ainda mais os laços entre o Terreiro e a Comunidade, foi um momento de confraternizar os resultados. A alegria foi constante entre as crianças e todos os presentes, o Projeto vem tendo uma repercussão muito grande e o encerramento das atividades de 2009 veio comemorar estas conquistas adiquiridas por todos. Os Materiais produzidos pelas crianças que foram expostos no Terreiro e foram desenvolvidos pelas próprias crianças nas atividades de criação chamou a atenção dos presentes na festa, a capacidade de criação das crianças foi um dos temas enfatizado com a criação do painel, parte destes materiais também foram dados as famílias das crianças. Decidimos também publicar aqui em nosso Blog o material desenvolvido por Afine Maida e Aguinaldo Júnior junto com as crianças nas atividades de pinturas, são pinturas de Orixás em papel e tinta guache, e foram elaboradas através de contação de contos dos Orixás nas atividades de roda de leitura, confira a Galeria de Pinturas do Projeto Alamoju, ao lado.
Para ver mais fotos da Festa de Encerramento do Projeto clique aqui

Agradecimentos:
Marcos Brexa
Cristina
Sandra
Márcio Rodrigues
Rogério Andrade Barbosa
George Paulo
R&W Frutas e Legumes
Júnior Matuto
Filhos e Amigos do Ilê Axé Oxalá Talabi
OBS: TODOS OS DIREITOS RESERVADOS as fotografias, vídeos e textos são exclusivamente do acervo de pesquisa do Ilê Axé Oxalá Talabi, ficando proibida assim suas reproduções sem prévia autorização.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Realização do XII Alaiandê Xirê no Terreiro Ilê Obá Ogunté - Sítio de Pai Adão

Pernambuco recebeu do último dia 18 ao dia 22 de novembro o XII Alaiandê Xirê (Festival de Alabês (Nagô), Xicarangomas (Congo/Angola) e Runtós (Jêje) no Terreiro Ilê Obá Ogunté (Sítio de Pai Adão). O Evento que contou com a presença de várias personalidades, foi realmente um marco para o povo de terreiro de Pernambuco, sua importância é indiscultível e sua realização indispensável, foi um grande encontro das nações de candomblé e dos sacerdotes músicos dos terreiros. A programação foi intensa e durante quatro dias, discussões e muita transmissão de conhecimento tomou conta do Pátio em frente a Capela no Sítio de Pai Adão.
Segue abaixo fotos do Festival.
Dia 18, primeiro dia do evento: Abertura Oficial Dia 19, segundo dia do Evento: Mesa Redonda
Dia 20, terceiro dia do Evento: Mesa Redonda Dia 21, quarto dia do Evento: Abertura das Festividades de Yemanjá (Ritual da Panela) Dia 22, quinto dia do Evento: Encerramento Oficial Mais infromações e histórico do Alaiandê Xirê http://pt.wikipedia.org/wiki/Alaiand%C3%AA_Xir%C3%AA

OBS: TODOS OS DIREITOS RESERVADOS as fotografias, vídeos e textos são exclusivamente do acervo de pesquisa do Ilê Axé Oxalá Talabi, ficando proibida assim suas reproduções sem prévia autorização.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Lançamento do Ponto de Cultura Ensinamentos de Mãe Amara

Como ponto de cultura, o Instituto Social Brasil África Ilê Obá Aganjú oferece oficinas com griôs, confecção de bijuterias africanas, capoeira angola, oficina de pesquisa, documentação, registro e preservação da memória e do patrimônio cultural, além de oficina de audiovisual. O ponto pretende com seu trabalho tornar-se um centro cultural de referência religiosa de tradição nagô.
No último dia 19 aconteceu o Lançamento do Ponto de Cultura "Ensinamentos de Mãe Amara" à Convite Mãe Dada e filhos estiveram presentes para prestigiar o Lançamento, fortificando o intercâmbio do Terreiro Ilê Axé Oxalá Talabi com Pontos de Cultura, do Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura.
Neste dia houve: Celebração em Nagô aos Orixás e Alujá Ayón Xangô com Oganilús ritualísticos iniciados do Terreiro de Mãe Amara, Saudação a Iyalorixá Mãe Amara Mendes (78 anos) , Apresentação da Gestão do Ponto de Cultura "Ensinamentos de Mãe Amara", Exibição do I Curta produzido por Jovens Cineastas de Terreiros: "Afoxé Oyá Alaxé - Ação Afirmativa do Povo do Axé" e Apresentações Culturais: Roda de Capoeira Ângola Obá Kosò, Coreografia Folhas Sagradas Grupo de Dança Nagô A'Jô e Afoxé Oyá Alaxé.
OBS: TODOS OS DIREITOS RESERVADOS as fotografias, vídeos e textos são exclusivamente do acervo de pesquisa do Ilê Axé Oxalá Talabi, ficando proibida assim suas reproduções sem prévia autorização.

domingo, 15 de novembro de 2009

Tradição, Cultura e Saúde - Oficina de Culinária Afro-brasileira

Realização das Oficinas de Culinária Afro-brasileira, com crianças do Projeto Roda Alamoju e jovens da comunidade do Terreiro. A atividade está ligada ao Programa Tradição, Cultura e Saúde do Ilé Axé Oxalá Talabi, que realiza uma rama de ações e atividades e tem como objetivo potencializar a multiplicação dos saberes e fomentar as práticas tradicionais e experiências do Terreiro no âmbito da Cultura e da Saúde. A oficina de culinária com as crianças é uma forma de transmitir a tradição das comidas herdadas dos nossos antepassados e é também uma forma de transmissão de hábitos de cuidado com a saúde, como lavar as mãos antes das refeições e como tratar os alimentos.
A oficina é dividida em três etapas, para entrar no mundo das crianças na primeira etapa é iniciada com uma conversa informal sobre a família, a escola e os hábitos alimentares, são contadas histórias e passados ensinamentos de práticas que ajudam a manter nossa saúde com qualidade; no segundo momento "mãos na massa" é hora de aprender a fazer os pratos, saber seus ingredientes, sua origem e sua importância, é hora de brincar de aprender fazendo.

Na terceira e última etapa é hora de se deliciar, as comidas feitas pelas crianças são servidas para todos presentes e para os próprios chefes mirins é claro. Seguindo a tradição as comidas são servidas em uma folha de "Carrapateira" que serve de prato para a degustação.

Abaixo veja o Vídeo da OFICINA DE CULINÁRIA AFRO-BRASILEIRA
video
OBS: TODOS OS DIREITOS RESERVADOS as fotografias, vídeos e textos são exclusivamente do acervo de pesquisa do Ilê Axé Oxalá Talabi, ficando proibida assim suas reproduções sem prévia autorização.

domingo, 25 de outubro de 2009

Tradição, Cultura e Saúde - Oficina de Saberes e Utilização das Ervas

Realização das oficinas de Saberes e Utilização das Ervas para a Promoção da Saúde com crianças da comunidade do Terreiro, essas crianças que em sua maioria também participam do Projeto Roda Alamoju, realizado pelo Ilê, através das oficinas já vão se integrando e vivendo com o mundo de sabedoria contido no cultivo das ervas. Além de passar conhecimentos da tradição Oral do Terreiro, e explicar o quanto as ervas são importantes para nossa saúde, são explicadas também como utilizá-las, para que elas servem e como preservá-las. A ação também tem um outro foco muito importante, que é a preocupação com o Meio Ambiente, as atividades são divididas em duas etapas, na primeira etapa são passadas através da Oralidade histórias e encinamentos de preservação, ainda neste primeiro momento uma conversa sobre a importância da conscientização ambiental com as crianças é realizada de uma forma bem lúdica para que haja um melhor entendimento. No segundo momento são escolhidas as mudas das ervas e são explicadas para que cada uma serve e sua utilidade na preparação de chás, banhos e rezas. As mudas são entegre as crianças para serem plantadas.
O cultivo da terra e das ervas é uma forma de poder manter viva a herança de uma tradição deixada pelos nossos antepassados, com estas oficinas explicamos o poder desta sabedoria e como este poder pode nos ajudar na melhoraria e na prevenção de nossa saúde e da saúde da nossa comunidade.
OBS: TODOS OS DIREITOS RESERVADOS as fotografias, vídeos e textos são exclusivamente do acervo de pesquisa do Ilê Axé Oxalá Talabi, ficando proibida assim suas reproduções sem prévia autorização.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Projeto Roda Alamoju - Festa do dia das Crianças - No Ilê Axé Oxalá Talabi

O Ilê Axé Oxalá Talabi no dia 11 de outubro, através do Projeto Roda Alamoju que também acontece no Terreiro, realizou a Festa das Crianças. Foi um domingo intenso de atividades e brincadeiras, recebendo mais de 150 pessoas, em sua maioria crianças mas também jovens e adultos da comunidade de Arthur Lundgren I e adjacência, bairro que o terreiro esta localizado. A programação foi muito atrativa, as atividades que são realizadas semanalmente no Projeto foram feitas também no dia da festa, já que a festa recebeu não só as crianças que participam do projeto, mas todas da comunidade. Neste dia foram realizadas atividades como exibição de filmes, apresentação do painel de pinturas das crianças que integram o projeto, leitura de contos afro-brasileiros, realização de brincadeiras de roda, da cadeira, do saco entre outras que fizeram parte da festa. Também houve sorteios de brinquedos para as crianças e de cestas básicas para as famílias que participaram do evento.
Segundo Mãe Dada Yalòrìsà do Ilê "foi um dia de confraternização entre a comunidade e o terreiro, as barreiras e o preconceito vem se quebrando através do trabalho que estamos fazendo, a casa de Oxalá virou uma referência local, as crianças que estão aqui e que têm acesso ao que nós oferecemos através do Projeto Alamoju mudaram muito o seu comportamento, hoje estão mais interessados à leitura e as coisas que diz respeito a nossa cultura".
No final da tarde foram destribuídos os saquinhos de doces (saquinho de Cosme e Damião), e servido picolés, cachoro-quente e o famoso Munguzá, que segundo Mãe Dada não pode faltar,
por se tratar de um prato local tradicional e da culinária servida nos Terreiros.
É importante também agradecer as doações, dos filhos, família e amigos do Ilê que contribuíram e muito para a realização desta festa e que acreditam na importância e no valor do trabalho do nosso Ilê, Destacou Mãe Dada.
OBs: Todos os direitos reservados de logomarcas, fotografias e textos são exclusivamente do Ilê Axé Oxala Talabi, ficando proibida assim suas reproduções sem prévia autorização do Ilê.

domingo, 30 de agosto de 2009

Projeto Roda Alamoju

Realização das atividades do Projeto Roda Alamoju.
Agracendo a participação voluntária dos filhos Mery,
Marcos, Maria José, Luciene, Afine, Luciany,
Aguinaldo Júnior, George
e da irmã de santo Mônica - Ekedji de Oyá.

Apoio:
R&W FRUTAS E VERDURAS
WAGNER MODAS

terça-feira, 28 de julho de 2009

Cadastramento do Programa Bolsa Família.


O Ilê Axé Oxalá Talabi na próxima terça-feira dia 04/08/2009 a partir das 15:00 será um ponto de cadastramento para o programa Bolsa Família do Governo Federal.
Todos da comunidade de Arthur Lundgrem I devem comparecer ao nosso Terreiro.
ILÊ AXÉ OXALÁ TALABI
RUA: OROBÓ Nº 257
ARTHUR LUNDGREN I - PAULISTA

segunda-feira, 27 de julho de 2009

III Apejó Eketa Obirin N’Ile.

Nesta última sexta-feira (24/07), aconteceu a abertura do III Encontro
Pernambucano das Mulheres de Terreiro - Apejó Eketa Obirin N’Ile,
na Refinaria Multicultural Nascedouro de Peixinhos.
O evento que é uma organização da Rede das Mulheres
de Terreiro de Pernambuco, contou com a presença de autoridades
políticas e religiosas do nosso estado. O encontro já em sua terceira
edição tornou-se uma referência em discussões de assuntos
e temáticas ligadas as mulheres de terreiro
e as Casas de Matrizes Africanas.
Um dos assuntos discutidos nesta terceira edição foi o
fortalecimento e a atuação das mulher de terreiro nas áreas
de políticas públicas.
No sábado (25/07), aconteceram as oficinas temáticas,
que teve como foco discutir, além das políticas públicas,
a fé e o combate à intolerância religiosa presente em todo território nacional.
Também ouve cantos às Yabás e a apresentação do Coral de Ekedis.
O encontro terminou no domingo (26/07), quando foi realizado
a plenária para apresentação dos trabalhos produzidos
pelas oficinas e o almoço de confraternização.

O trabalho desenvolvido pela equipe organizadora do encontro
está de parabéns, este empenho de reafirmar o poder das mulheres
de terreiro enquanto elaboradoras de políticas e de
expressar a sua força, e o que há de mais inteligente e importante para se fazer manter o
respeito a todas mulheres ligadas ao Culto em Pernambuco.
OBS: TODOS OS DIREITOS RESERVADOS as fotografias, vídeos e textos são exclusivamente do acervo de pesquisa do Ilê Axé Oxalá Talabi, ficando proibida assim suas reproduções sem prévia autorização.