domingo, 28 de dezembro de 2008

Mãe Dada de Oxalá conquista o título de Mestre da Ação Griô do Ministério da Cultura


Em 2008, Maria da Soledade Souza França (Mãe Dada TalabiDeiyn - PE) foi reconhecida como Mestre da Tradição Oral da Ação Griô, do Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura.

Esse título foi fruto dos desdobramentos do seu trabalho espiritual baseado nas curas através da sabedoria ancestral junto à comunidade nordestina e que foi ampliado para o Rio de Janeiro, através de sua filha Adriana de Holanda (Mãe Fia), na Casa de Jurema do Rei Salomão (Niterói-RJ), que também recebeu o título de Griô Aprendiz. O trabalho de preservação da cultura ancestral e da tradição oral conduzido por Mãe Dada é apoiado pelo Instituo Gingas (RJ), coordenado por David Nascimento, Pai Ogan do Ilê Axé Oxalá Talabi, que também recebeu o título de Griô, pelo culto à ancestralidade através da música. Os três títulos concedidos pelo MinC tem o objetivo de reconhecer e apoiar pessoas que são patrimônios vivos da nossa cultura.

Para saber mais sobre a Ação Griô acesse: www.cultura.gov.br/cultura_viva

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Tradição, Cultura e Saúde - Distribuição de Cestas Básicas

Venho por meio desta, tornar público umas das ações
de Inclusão Social realizada pelo Ilê em nossa Comunidade.
Destacando a parceria e o apoio da Empresa
RW FRUTAS E VERDURAS.

Estas iniciativas ultrapassam os limites Sociais, ao meu ver estes tipos de ações que prezo em prol de minha comunidade tem um valor espiritual de extrema importância. Quando usamos o termo comunidade logo pensamos em indivídos submetidos a costumes e crenças em comum. Neste caso o uso desse termo vai muito além, todas as ações realizadas em meu Ilê estão fortemente ligadas nos princípios humanistas, sem escolher pessoas desta ou de outras Crenças, e dando prioridade aqueles que em nosso meio vivem nas camadas menos favorecidas. Em minha religião encontrei a essência do que é ser de fato Humano, sou uma zeladora de uma casa de Candomblé e penso que assim como os Deuses tem suas individualidades, os homens também tem.

"O verdadeiro valor do nosso culto, está nas atitudes
tomadas por nós, por mais simples que sejam.
De que adianta tentar mostrar os aspectos
de superioridade ou estéticos que na verdade só
alimenta o próprio Ego. Devemos sinceramente rever estes
sentimentos, e ter consciência do resultado que essas
atitudes podem trazer para nossas vidas."
Quero aproveitar e agradecer a todos aqueles que acreditam no trabalho realizado pelo Ilê Axé Oxalá Talabi e também fixar a importância daqueles que estão diariamente comigo nesta luta, todos aqueles que constroem dia a dia a história do nosso Ilê em seu aspecto mais simples e com contribuições que sinceramente são indispensáveis para continuarmos a nossa caminhada.
OBS: TODOS OS DIREITOS RESERVADOS as fotografias, vídeos e textos são exclusivamente do acervo de pesquisa do Ilê Axé Oxalá Talabi, ficando proibida assim suas reproduções sem prévia autorização.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

20 de Novembro dia de Zumbi





Evento em Comemoração ao dia de Zumbi na Praça Onze,
Centro do Rio de Janeiro.

OBS: TODOS OS DIREITOS RESERVADOS as fotografias, vídeos e textos são exclusivamente do acervo de pesquisa do Ilê Axé Oxalá Talabi, ficando proibida assim suas reproduções sem prévia autorização.

2º Caminhada dos Terreiros de Matriz Africana de Pernambuco

Mãe Elza da cidade de Olinda


Homens representantes dos terreiros de Pernambuco

A caminhada saiu do Marco Zero no Recife Antigo e seguiu
pelas ruas da cidade até o Palácio do Governo.
OBS: TODOS OS DIREITOS RESERVADOS as fotografias, vídeos e textos são exclusivamente do acervo de pesquisa do Ilê Axé Oxalá Talabi, ficando proibida assim suas reproduções sem prévia autorização.

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Festa da Confirmação do Ogan no Ilê


Todos os Direitos Reservados - Proibido a reprodução total ou parcial do vídeo em mídias diversas e redes sociais sem prévia autorização por escrito do Terreiro Axé Talabi!!!!

domingo, 24 de agosto de 2008

Festa de Confirmação do Ogan do Ilê Axé Oxalá Talabi

Cerimônia de Confirmação do Ogan
do Ilê Axé Oxalá Talabi,
o filho - David Bassous - Obá Airá
...
Quero aqui deixar minha gratidão a todos do nosso terreiro que nas obrigações
e festas sempre se fazem presentes, ao meu querido amigo Lupércio Bamboxê,
a Iyakekerê da minha casa minha filha de sangue Lu de Yemojá, a todos os meus filhos
de santo que trabalham comigo, a Ekedi de Oyá- Mônica Oyá Elaboji, ao meu filho de
sangue Aguinaldo Júnior que sempre está comigo nas horas que mais preciso.
E principalmente aos meus ancestrais que sem ele eu nada seria e nada faria.
Em Memória:
Minha Bisa Avó Lígia de Oxalá
Minha Avó D.ª Otila de Oyá
Meu Pai Miguel de Oxalá
Minha Tia Maria das Dores

segunda-feira, 14 de julho de 2008

~~~~ Yemanjá ~~~~


Yemanjá de Mãe Dada TalabiDeiyn na festa dedicada
a Obaluaiye no Ilê Oyá Egunitá na cidade
Tabajara em Olinda /PE
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Lenda:
Filha de olokum, deusa do mar, yemanjá era casada com
olófim oduduá com quem tinha dez filhos orixás.
Por amamentá-los, ficou com seios enormes.
Impaciente e cansada de morar na cidade de Ifé,
ela saiu em rumo oeste, e conheceu o Rei Okerê;
logo se apaixonaram e casaram-se. Envergonhada de seus seios,
yemanjá pediu ao esposo que nunca a ridiculariza-se por isso.
Ele concordou; porem, um dia, embriagou-se e começou
a gracejar sobre os enormes seios da esposa.
Entristecida, yemanjá fugiu.
Desde menina, trazia num pote uma poção, que o pai lhe dera
para casos de perigo. Durante a fuga, yemanjá caiu quebrando o
pote, a poção transformou-a num rio cujo leito
seguia em direção ao mar.
Ante o ocorrido, Okerê, que não queria perder a esposa,
transformou-se numa montanha para barrar o curso das águas.
Yemanjá pediu ajuda ao filho Xangô, e este, com um raio,
partiu a montanha no meio; o rio seguiu para o oceano e,
dessa forma, a orixá tornou-se a rainha do mar.